8 marketplaces da Europa que você precisa conhecer

O que você irá encontrar nesse artigo:

*Conteúdo atualizado em outubro de 2023

Quando se fala em marketplace, o primeiro nome que surge na cabeça da maioria das pessoas é a Amazon. Porém, existe uma série de outros sites que permitem que vendedores ofereçam seus produtos online. Os marketplaces da Europa estão chamando a atenção com dezenas de sites focados exclusivamente nesse continente.

Mapa da Europa


Se o seu objetivo é começar a atender o mercado europeu, os marketplaces podem ser um ótimo caminho para atingir o público europeu sem correr grandes riscos. Essa região é promissora para quem deseja vender online. Para se ter ideia, 85% da população europeia é ativa na internet. Um quarto de toda essa população conectada tem o hábito de realizar compras online.

Quer começar a vender para esse público, mas não sabe exatamente como? A nossa dica é se cadastrar nos marketplaces da Europa. A seguir, listamos alguns dos mais famosos do continente.

Conheça os principais marketplaces da Europa

*Dados a seguir foram extraídos do Webreatailer

Allegro

O Allegro é um site polonês que está entre os mais visitados marketplaces da Europa. Com mais de 14 milhões de usuários ativos, ele é uma oportunidade para os empreendedores que desejam atingir os consumidores da Polônia.

Fundado em 1999, ele vende de tudo: desde móveis, até equipamentos esportivos e utensílios de cozinha. Segundo informações do Webretailer, o site recebe cerca de 185 milhões de visitas por mês, e isso o coloca entre os grandes marketplaces da Europa.

Por seu foco ser a Polônia, o Allegro tem como exigência que todos os produtos sejam listados na língua local. O lado bom é que com o auxílio do Google Translate, ou então contratando tradutores por valores acessíveis em sites como o Fiverr, é possível tranquilamente trabalhar com esse público. Em dúvida se vale a pena? O mercado online na Polônia movimenta 10 bilhões de euros anuais.

Otto

O Otto é um dos maiores marketplaces da Europa e é de origem alemã. Apesar de ser alemão, ele atende outros países europeus, como Áustria, Bélgica e Holanda.

O sucesso desse site se dá pelo seu grande portfólio. No total, ele tem cerca de dois milhões de itens, de quase sete mil marcas diferentes. As suas principais categorias são roupas, decoração, brinquedos, eletrônicos e itens para a casa.

Esse é um um marketplace mais caro para os novos lojistas. Porém, quem já está mais estabilizado no mercado europeu e deseja se cadastrar no site tem essa possibilidade. As comissões ficam entre 15% e 50%. O lado bom é que ele não cobra taxas de associação ou listagem.

Um outro detalhe também limita o Otto apenas aos lojistas mais experientes. Para se cadastrar no marketplace é fundamental que a loja tenha um mínimo de 100 produtos, além de experiência comprovada com lojas virtuais.

O público do Otto é fiel. No total, ele conta com quase sete milhões de usuários ativos e nove milhões de pessoas cadastradas no site, que têm entre 25 e 55 anos.

Apesar de ele vender para 20 países da Europa, é regra que todos os produtos vendidos no Otto sejam descritos em alemão. O fluxo é de 55 milhões de visitantes/mês.

Representação de marketplaces na Europa

Bol

O Bol é o maior marketplace do bloco econômico Benelux (Bélgica, Luxemburgo e Holanda). Ele conta com mais de 78 milhões de visitas mensalmente. Entre os seus principais produtos estão livros, brinquedos e eletrônicos.

Esse marketplace é bem amigável para quem deseja realizar vendas. Primeiramente, eles não cobram taxas, apenas uma porcentagem se a venda for realizada. Isso garante que, caso poucos itens sejam vendidos, o lojista não saia em desvantagem ou prejuízo.

Além disso, eles também usam o sistema de Número Global do Item Comercial (GTIN). Portanto, se você tem esse código, não precisa colocar os produtos manualmente no site. Esse definitivamente conquistou o seu ligar entre os maiores marketplaces da Europa

A Amazon também é um maiores marketplaces da Europa.

Amazon

Apesar de não ser originalmente Europeu, precisamos falar do principal marketplace do mundo. Na Europa, conta com mais de 980 milhões de acessos mensais. Além disso, as previsões da Veraart Research dizem que a tendência é que a Amazon dobre a sua receita em três ou quatro anos.

Com uma empresa americana, você pode cadastrar seus produtos no marketplace da Amazon nos Estados Unidos, México e Canadá, além de poder disponibilizá-los nos países europeus em que a Amazon atua, como Inglaterra, França, Itália, Alemanha e Espanha. O marketplace permite também que você utilize os warehouses que possui nestes países para ter seus produtos à pronta entrega na Europa! Se preferir enviar os produtos dos EUA para os clientes de marketplaces da Europa.

Zalando

A moda também desfila pelos principais marketplaces da Europa. O Zalando atende praticamente todo o continente europeu, garantindo uma frequência de 127 visitas por mês. De origem alemã, destaca-se o tráfego que recebe de outros países como Itália, França, Holanda, e Polônia.
Se você deseja atuar neste nicho, vale avaliar se este marketplace é para você.

França: país se destaca no ranking dos maiores marketplaces da Europa

Fnac

A Fnac é a queridinha dos Franceses. Para alguns, o nome deve soar familiar, já que a marca teve presença no Brasil entre o final dos anos 1990 e encerrou as operações no país em 2018. Já no seu país de origem, é um dos marketplaces mais acessados, com um fluxo de mais de 50 milhões de visitantes.

A empresa é conhecida de longa data do público europeu, visto que foi lançada em 1954 com lojas físicas. Porém, ela tornou-se ainda mais próxima dos consumidores em 2008, quando ativou o seu marketplace na Europa, que possibilita que pessoas de todos os lugares consigam adquirir produtos sem precisar sair de casa.

No total, o marketplace da Fnac conta com mais de 10 milhões de produtos, entre eletrônicos e itens de entretenimento.

Cdiscount.com

O francês Cdiscount.com é um dos maiores marketplaces da Europa. Oferece uma enorme variedade de produtos aos mais de 50 milhões de visitantes que recebe todo mês. Lá, o consumidor encontra de produtos de beleza até eletrônicos, passando por jardinagem e produtos infantis. Há uma versão em inglês também.

O empreendedor que deseja se cadastrar contará com planos de assinatura para ingressar neste promissor mercado.

ManoMano

Artigos para casa: esse é o segmento em que atua o ManoMano, que faz parte da lista de marketplaces da Europa que estão chamando a atenção do público e também dos empreendedores. Sua origem é francesa, mas atende consumidores da italianos, espanhóis e alemães, além dos franceses. Fundada em 2013, atrai mais de 44 milhões de visitantes. A França é responsável por 45% do tráfego, enquanto Itália vem atrás com 25% e a Espanha corresponde a 13%.

Como começar a vender nos marketplaces da Europa?

Uma maneira simples de começar a vender nos marketplaces da Europa é por meio de uma empresa nos Estados Unidos e utilizando a visibilidade e sistema logístico da Amazon. Ao abrir uma empresa nos EUA, você contará com toda a estrutura que precisa para fazer negócios também no continente europeu. A sua incorporação, área contábil e logística será unificada.

Compartilhar artigo

Comments are closed.

Explorar
Outros conteúdos
Pessoa usando computador para criar negócio de dropshipping internacional
Homem segurando caixa para vender na Amazon
Transporte aéreo de produtos da China
globalfy_Logo_google_ok2
globalfy_Logo_Endeavor
globalfy_selectusa_logo
globalfy_university-of-central-florida-ucf-vector-logo-2022

Inscreva-se para fazer parte do nosso grupo exclusivo e confira Centro de conteúdoNotíciasTendências de negócios

Assine!

2023 Todos os direitos reservados © Globalfy, LLC


globalfy_US-FDIC

Seus fundos estão assegurados em até US$250.000 pelo Blue Ridge Bank, N.A.; Membro FDIC.

globalfy_ssl-secure

As informações oferecidas neste site não podem ser consideradas aconselhamento jurídico, mas informações de domínio público.

A Globalfy é uma empresa de tecnologia financeira e não um banco. Serviços bancários prestados pelo Blue Ridge Bank N.A; Membro FDIC. O cartão de débito Globalfy Visa® é emitido pelo Blue Ridge Bank N.A. de acordo com uma licença da Visa U.S.A. Inc. e pode ser usado em todos os lugares onde cartões de débito Visa são aceitos. Seus fundos estão segurados em até US$250.000 pelo Blue Ridge Bank, N.A.; Membro FDIC.