O que são vistos de nômade digital? Tudo o que você precisa saber sobre vistos para freelancers

O que encontrará nesse artigo:

Desde que o trabalho remoto se tornou mais comum, muitos profissionais adotaram o estilo de vida nômade digital. Isso significa que com a ajuda da tecnologia essas pessoas podem realizar seus trabalhos de qualquer lugar do mundo. Um dos desafios que trabalhadores remotos podem enfrentar ao viajar é obter vistos para viver e trabalhar no exterior por um longo período de tempo. 

Descubra como funcionam os vistos de nômade digital e quais são as melhores formas de começar sua jornada! 

Homem trabalhando em computador como nômade digital

O que são vistos de nômade digital?

O visto de nômade digital é uma autorização que permite que você trabalhe remotamente como empresário ou trabalhador remoto em um país estrangeiro. Atualmente, cerca de 30 nações emitem esse tipo específico de permissão para pessoas que procuram trabalhar para empresas ou clientes sediados fora de seu território. 

Além de desfrutar da liberdade do estilo de vida nômade digital, os novos vistos oferecem mais segurança a funcionários remotos e freelancers. As mudanças recentes nas leis de vistos criaram um ambiente mais estável para os trabalhadores e as empresas que os empregam.

Esse tipo de visto se tornou popular durante a pandemia de Covid em 2020. Muitos países enfrentaram um declínio no turismo durante esse período. Para combater isso, os governos aumentaram os vistos de nômades digitais para impulsionar o desenvolvimento econômico, atraindo imigrantes qualificados e incentivando o empreendedorismo.

Uma das diferenças mais significativas dos vistos de turismo é que a nova categoria para nômades digitais geralmente dura mais. Além de legalmente autorizar estrangeiros a trabalhar no exterior, eles geralmente duram um ano, ao contrário de 30 a 90 dias para turistas. Em lugares como Dubai, os vistos de nômade digital também oferecem incentivos fiscais aos titulares

Uma alternativa para quem busca melhores oportunidades como nômades digitais é abrir uma empresa nos Estados Unidos. Mesmo que seu país de origem não seja os EUA e você não esteja lá fisicamente, ter uma empresa americana pode trazer vantagens. Você contará com um ambiente estável e respeitável para administrar seus negócios de qualquer lugar do mundo. 

Homem trabalhando em banco

Como tirar o visto de nômade digital?  

O processo para obter um visto de nômade digital pode variar de país para país. Normalmente, assim como em outros tipos de vistos, os solicitantes precisam procurar uma embaixada ou consulado e passar por processos como entrevistas e envio de documentos

A nova categoria também vem com requisitos específicos que permitem aos viajantes confirmar seu status de nômade digital e garantir que serão capazes de se sustentar durante a estadia. A maioria dos países solicitam comprovantes de emprego remoto, seguro de viagem e uma renda mensal mínima

A exigência de comprovação de trabalho remoto pode, às vezes, ser exclusiva para pessoas empregadas por empresas fora do país. No entanto, um grande número de países também aceita provas de propriedade de uma empresa no exterior ou de trabalho autônomo

A exigência de renda mínima também varia muito. Lugares como as Bahamas não exigem comprovação de renda, mas, nos Emirados Árabes Unidos, os nômades digitais precisam comprovar uma renda mensal de pelo menos US$5.000. 

Países como Espanha e Itália já anunciaram que também estão implementando vistos para trabalhadores remotos. Os requisitos para esses países ainda não foram determinados. 

Conheça alguns dos melhores países para trabalhar e viver, e saiba mais sobre o processo de requerimento!

Homem trabalhando e visitando praia com visto de nômade digital

Melhores países para obter vistos de nômade digital 

Bahamas

Com vistas paradisíacas e benefícios fiscais, as 16 ilhas podem ser um lugar caro, mas gratificante para se viver. O Bahamas Extended Access Travel Stay (BEATS) foi criado para receber empregados remotos de empresas estrangeiras, ou estudantes matriculados em uma instituição educacional credenciada fora das Bahamas. O programa não exige comprovação de fundos e os nômades digitais podem ficar até um ano, com possibilidade de estender a estadia por até 3 anos. 

Brasil 

Além de lugares bonitos, o Brasil tornou-se um hotspot em ascensão para nômades digitais. O país foi o primeiro a oferecer vistos para nômades digitais na América Latina. O programa para obtenção de visto com duração de até um ano no Brasil exige que o candidato seja empregado de uma empresa offshore ou prestador de serviços no exterior. Ele também pede uma renda mensal mínima de US$1.500 ou um saldo bancário disponível de US$18.000. 

Croácia 

O visto para nômades digitais croata oferece uma chance para estrangeiros que desejam morar na Europa. Tecnicamente, esta é uma autorização de residência temporária de até um ano. Os candidatos devem estar empregados em uma empresa fora da Croácia ou profissionais autônomos e ter uma renda de US$2.400 por mês. Aqueles que desejam permanecer por 12 meses também devem comprovar um mínimo de US$28.800 em fundos disponíveis.

Grécia 

Além de ser um dos destinos de férias mais populares da Europa, a Grécia também oferece uma oportunidade para trabalhadores remotos que desejam viver e trabalhar no país. A nação aceita cidadãos estrangeiros autônomos e funcionários de empresas offshore por até um ano, com opção de renovação por até três anos. Para obter essa permissão, os nômades digitais precisam comprovar uma renda mensal de US$3.700. 

Emirados Árabes Unidos

O Virtual Working Program de Dubai foi criado para atrair trabalhadores remotos e nômades digitais, oferecendo o benefício de imposto de renda zero para pessoas físicas. O programa é destinado a proprietários de empresas internacionais e funcionários de empresas fora dos Emirados Árabes Unidos. Os estrangeiros devem comprovar uma renda mensal de US$5.000 para se inscrever e podem permanecer no país por até um ano. 

Portugal

Uma das últimas adições à lista de países que oferecem vistos para trabalhadores remotos é Portugal! O país já era um hotspot para nômades digitais, agora os profissionais com vínculo de trabalho com outros países podem permanecer no país por até um ano, com opção de renovação por mais anos. Exige-se que os titulares tenham um rendimento de pelo menos 4 vezes o salário mínimo português de €705, ou seja cerca de US$2.820 por mês. 

Mulher fazendo reunião em mesa colorida

Como começar a trabalhar como nômade digital?

Você está pensando em adotar um estilo de vida nômade digital? Uma das melhores maneiras de garantir que você obterá os melhores negócios com seus clientes é por meio de uma empresa americana. Isso ajudará você a conquistar um público internacional legítimo, receber pagamentos diretos em dólar e atrair empresas e clientes em todo o mundo.

Além de aumentar sua lucratividade, sua empresa nos EUA pode ter vantagens fiscais nos EUA. Por exemplo, uma LLC de único membro no estado de Wyoming pode ser isenta de impostos no país. Isso acontece pois o estado não cobra impostos pessoais para empreendedores individuais oferecendo seus serviços de fora do estado. 

Comece sua jornada de nômade digital com a Globalfy e aproveite todos os benefícios de fazer negócios globalmente!

Compartilhar artigo

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

O que encontrará nesse artigo:

Outros conteúdos
llc holding (1)
Pessoa preenchendo formulário 1099
Pessoa que abriu empresa nos EUA para ganhar em dóalr
Google logo on the features page
Endeavor logo on features page.
Select USA logo on features page.
UCF logo on featurs page
orlando-logo
Security logo on features page.
As informações oferecidas neste site não podem ser consideradas aconselhamento jurídico, mas informações de domínio público.
ACBJ- 1989_WEB_BADGE_120145
Plataforma completa

Receba nossas últimas atualizações

Receba nossas comunicações com informações relevantes para ajudá-lo a iniciar, crescer ou expandir seus negócios nos EUA.