Quais são as regras para exportar roupas para os Estados Unidos?

O que você irá encontrar nesse artigo:

O mercado Americano é um dos maiores mercados de moda e vestuário do mundo! Para que você aproveite esse mercado sem consequências negativas, compartilhamos as regras para exportar roupas para os Estados Unidos.

exportar roupas para os Estados Unidos

As informações exigidas nas etiquetas das roupas são regidas sob duas leis separadas, estabelecidas pela Federal Trade Commission (FTC):

1. O Textile and Wool Acts, que exige que os rótulos contenham quatro informações referentes à peça de vestuário: composição, país de origem, fabricante e importador ou revendedor.

2. A Regra de Rotulagem, exige que as instruções de cuidados para a peça também sejam informadas.

Conteúdos

Os rótulos em produtos de vestuário abrangidos pelos Textile and Wool Acts devem divulgar a composição do produto em ordem decrescente de porcentagem, de acordo com o FTC. Materiais não fibrosos, como botões e zíperes, não precisam ser incluídos. Ao exportar roupas para os Estados Unidos, preste atenção na regra de cinco por cento, que é aplicada para fibras sem significado funcional para o vestuário.

Guarnições e artigos decorativos não superior a 15% da peça de vestuário, são isentas de requisitos de rotulagem.

Ornamentações não superior a 5% do vestuário também são excluídas, mas a frase “Exclusive of Ornamentation” deve aparecer após as porcentagens e fibras. Revestimentos devem ser listados separadamente. As fibras devem ser referidas pelos seus nomes genéricos.

Origem

Os Textile and Wool Acts também exigem que ao exportar roupas para os Estados Unidos as etiquetas divulguem o país de origem do tecido. Um produto pode ser rotulado como “Fabricado nos EUA” somente se for fabricado nos Estados Unidos e for composto por materiais dos Estados Unidos. Se os materiais usados para fabricar a peça de roupa foram importados, ela deve ser identificada como “Fabricado nos EUA com materiais importados”.

Fabricante, importador ou revendedor

As etiquetas também devem incluir o nome da empresa ou o Número de Identificação Registrado (sigla RN, do inglês Registered Identification Number) do fabricante, importador ou outra empresa que manuseie o produto.

O RN é emitido pelo FTC nos EUA e destina-se à empresas que fabricam, importam ou lidam com têxteis. Ao exportar roupas para os Estados Unidos, a etiqueta pode indicar o nome do fabricante ou o RN do importador, atacadista ou revendedor.

Para emitir o seu RN é necessário registrar-se em https://rn.ftc.gov/Account/ApplyForNewRN.

Cuidados com a roupa

De acordo com a Regra de Rotulagem de Cuidados da FTC, os artigos de vestuário devem incluir etiquetas que divulguem instruções de cuidados que beneficiem o consumidor. Estas instruções devem ser completas e precisas para fornecer cuidados para a vida da peça. Se algum dano puder vir ao vestuário, deve ser observado. Por exemplo, se uma peça de roupa não puder ser passada, a etiqueta deve indicar “DO NOT IRON”. Mesmo ao exportar roupas para os Estados Unidos, as etiquetas de manutenção devem ser em inglês, claras legíveis e duráveis o suficiente para acompanhar a vida útil da peça.

Etiqueta

Todas as informações de rotulagem necessárias podem ser incluídas em uma etiqueta ou etiquetas separados. Outras informações, como tamanho, também podem ser incluídas na mesma etiqueta, desde que isso não prejudique nenhuma informação necessária. O conteúdo de fibra deve ser listado usando o mesmo tamanho e estilo de tipo. As etiquetas devem ser anexadas à peça de vestuário até chegar ao consumidor. Qualquer peça com gola deve conter a etiqueta do país de origem no centro interno ou próximo ao centro do pescoço. Outras etiquetas devem ser colocados em locais visíveis e acessíveis.

Avaliar as necessidades antes de começar o processo de exportar roupas para os Estados Unidos evitará altos custos por possíveis devoluções de cargas por não estar de acordo com as leis do país.

Para mais infos, acessar o conteúdo em inglês:  https://legalbeagle.com/6082830-laws-clothing-label-requirements.html.

Compartilhar artigo

Comments are closed.

Explorar
Outros conteúdos
Homem segurando caixa para vender na Amazon
Homem e duas mulheres trabalhando em frente a um laptop
Mapa dos Estados Unidos com bandeira e Wyoming e Delaware
globalfy_Logo_google_ok2
globalfy_Logo_Endeavor
globalfy_selectusa_logo
globalfy_university-of-central-florida-ucf-vector-logo-2022

Inscreva-se para fazer parte do nosso grupo exclusivo e confira Centro de conteúdoNotíciasTendências de negócios

Assine!

2023 Todos os direitos reservados © Globalfy, LLC


globalfy_US-FDIC

Seus fundos estão assegurados em até US$250.000 pelo Blue Ridge Bank, N.A.; Membro FDIC.

globalfy_ssl-secure

As informações oferecidas neste site não podem ser consideradas aconselhamento jurídico, mas informações de domínio público.

A Globalfy é uma empresa de tecnologia financeira e não um banco. Serviços bancários prestados pelo Blue Ridge Bank N.A; Membro FDIC. O cartão de débito Globalfy Visa® é emitido pelo Blue Ridge Bank N.A. de acordo com uma licença da Visa U.S.A. Inc. e pode ser usado em todos os lugares onde cartões de débito Visa são aceitos. Seus fundos estão segurados em até US$250.000 pelo Blue Ridge Bank, N.A.; Membro FDIC.